sábado, 17 de novembro de 2007

Sem métodos escusos, apenas usuários...

Já faz bastante tempo em que comecei a usar internet, muita coisas mudaram e outras nem tanto neste tempo. Uma das coisas que mais me aborrece é a quantidade de gente que não sabe usar a rede.

O usuário, muitos o crussificam, judiam e bestificam, porém vale lembrar que quem não passou esta passando por isso. E na minha opinião definiria dois estereótipos, os que tem a mente aberta para aprender e os que não querem aprender.

Foi o segundo tipo de gente que "matou" o IRC, pois o BrasNet acabou por causa dos constantes ataques aos seus servidores.

Obviamente outros motivos favoreceram a morte do sistema... Um deles a vaidade do povo brasileiro, motivo da decadência do orkut também, que segundo pesquisas mostra que temos a necessidade de ver quem esta do outro lado, de nos exibirmos... E isso contaminou a internet brasileira com a penteadeira de mulheres de família que tem luz vermelha na aba que é o MSN, além dos filhos destas mulheres, também conhecidos como miguxos e os bunda largas que mandam toneladas de porcaria por e-mail...

Talvez seja isto que esteja mudando desde o inicio da grande rede... a humanização do processo. As pessoas não querem saber de compromisso, não querem saber como fazer as coisas no espaço virtual pois é tarefa dos informatas humanizar a rede, de tornar a prova de idiotas. E nós inevitavelmente estamos muito aquém das expectativas mirabolantes dos usuários.

2 comentários:

ibrasil disse...

O IRC não morreu, quem morreu foi a Brasnet. Ótimos exemplos são os canais #ubuntu e #ubuntu-br na rede freenode. Nestes canais é dado suporte ao sistema operacional Ubuntu Linux.
Com certeza quem mata os serviços são os usuários que acham que é um direito usufruir de tais meios quando, na verdade, é um privilégio. Desta forma utilizam da maneira que bem entendem sem pensar se estão utilizando da melhor maneira.

Cabelo disse...

Digo no sentido de chat mesmo, pois o bom e velho irc esta vivo em alguns nichos, como suporte e compartilhamento de arquivos.