sábado, 26 de abril de 2008

Um curso intensivo de cirurgia cerebral

Segundo este site se a filosofia não tem a ver com as coisas do dia a dia, ela tem a ver com quê? Com coisas sobrenaturais?

Parece ser um bom motivo para não desprezar um livro chamado Metallica e a Filosofia. E sabe o que é mais extranho nisso tudo? Alguém pode achar que estou comentando sobre o nome, a filosofia, a minha nerdice... não dizendo que não tem nada a ver com isso, mas o que desentoa é que estou fazendo um review de um livro que ainda não li (nada além do sumário). Mas como é da natureza humana querer julgar a tudo e a todos e se achar o dono da verdade...

Estar embriagado de sono ajuda a escrever besteira, ou quem sabe abrir as portas da percepção, como uma janela estreita entre o mundo dos sonhos e a crua realidade que tentamos perceber pelos nossos sentidos que na verdade mais enganam do que sentem...

O que me vem a mente é o filme Johnny Vai a Guerra, que de forma ultra-resumida relata a guerra entre a mente e o corpo de um soldado da 1ª Guerra Mundial que ferido e sem seus sentidos pede batendo a cabeça para que o matem. É um baita acompanhamento para o clip da musica One...

Isto ja abre outro assunto, a eutanásia... isto lembra a pena de morte, que lembra a música Ride the Lightning, que basicamente resume os últimos momento de um cara numa cadeia elétrica...

Vou parando por aqui... antes que me joguem no "Sanitarium", quem sabe tenha até um tapete escrito "Welcome" na entrada :-D

Já li um livro chamado sci-fi sci-filo, que relaciona os filmes de ficção e a filosofia... Blade Runner, Star Wars, Terminator... Só coisa boa...

Nenhum comentário: