sexta-feira, 6 de junho de 2008

Um post um pouco menos "médico"

Os Secos e Molhados foram copiados pelo KISS ou isto é intriga do Ney?

Quem se importa com isso?

Afinal de contas descobri que o windows é um absurdo, no sentido filosófico, e que o linux é uma expressão de não conformismo e de fuga do absurdo...

O linux tenta dar um sentido a uma vida existencialista que jogou você no mundo sem que você pedisse para aqui estar e a única coisa certa é a morte. E o linux tenta dar um sentido a esta vida sem sentido, pregando a individualidade, o não conformismo... enfim, a liberdade de escolha, sair da matrix... essas coisas...

E eu aqui surfando na polenta em vez de escrever os 2 caps. obrigatórios do meu tcc para entregar daqui a poucos dias...

3 comentários:

Andre Almeida disse...

Quem se importa? Alguns fãs do KISS. :P
Eles negam até a morte isso não querem nem pensar na possibilidade, mas e se for verdade?

A verdade é que a arte é uma arte de ilusão. Por trás de toda banda existe um produtor. É verdade que algumas bandas parecem serem 100% produzidas e no palco só ficam marionetes. Por causa disso todo indicio de cópia levam alguns fãs a negarem os indícios.

KISS é uma banda de talento? Provavelmente! Eu não gosto/conheço muito. Copiou o Secos & Molhados? Realmente não importa. É óbvio que houve uma produção por trás, não importa se copiou ou não de alguém. Entretanto é óbvio que a banda deve ter muita coisa de original.

Copiar não é errado!
Desde que nascemos copiamos tudo ao nosso redor. Aperfeiçoarmos e seguimos em frente.

Windows é uma cópia do sistema da Apple.
Linux é uma cópia do Windows, do OS da Apple, no Unix...

Um copia do outro e nenhum é igual.

Mas lembre-se: Copiar de apenas um lugar é plágio. Copiar de vários lugares é pesquisa científica. Isso vale para tcc.

Cabelo disse...

Pra mim a ideia de que uma banda copiou outra é mera curiosidade, gosto bastante de algumas músicas (apesar de ter a discografia, tem muito lixo tbm...) do KISS e sei que o frontman dela é mais ligado em dinheiro do que em música...

(TO BE CONTINUE... TRABALHO ME CHAMA...)

Cabelo disse...

Onde estava mesmo?

ahh... continuando o comentário...
o que interessa não é quem copiou quem, nem tanto se o som é bom ou não, mas se este som acrescentou algo para quem escuta...